Morre professor Paulo Kageyama, um grande nome na luta pela agricultura familiar

0
470

A morte aconteceu em Piracicaba (SP), cidade na qual o profissional trabalhar como docente no Departamento de Ciências Florestais, da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ).

Kageyama era conhecido por lutar pela agricultura familiar, inclusive com assentados, grande defensor dos sistemas agroflorestais, da agroecologia. Sua atuação dentro da CTNBio foi fundamental para a denúncia de projetos que iam de encontro ao meio ambiente e aos direitos dos camponeses.

kageyama-paulo

Kageyama nasceu em 3 de dezembro de 1945, em Santo Anastácio (SP). O docente era graduado em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (1969), mestre pela Universidade de São Paulo (1977), doutor em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade de São Paulo (1980) e Pós Doutor pela North Carolina State University (1991). Foi Diretor de Conservação da Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente do Governo Federal (2003-2007).

Era professor titular da Universidade de São Paulo; Representante Titular do Ministério do Desenvolvimento Agrário na Comissão Técnica Nacional de Biossegurança – CTNBio. Também figurava, desde 1988, como membro do grupo de Experts da FAO/Roma – para Conservação Genética. Tinha experiência na área de Genética e Conservação, com ênfase em Genética de Espécies Arbóreas, atuando principalmente com Conservação de Ecossistemas Tropicais, Restauração de Áreas Degradadas, Sementes Florestais, Variabilidade e Estrutura Genética, assim como Agrobiodiversidade e Agricultura Familiar.

SEM COMENTÁRIOS