Até 1º de abril o manejo de madeira no Mato Grosso está restrito. A chamada Piracema da Madeira é para proteger a floresta durante o período chuvoso.

Desde 1º de fevereiro estão valendo as restrições impostas pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado para corte, derrubada, arraste e transporte de madeira nos planos de manejo florestal com rendimento sustentável. O objetivo é minimizar os impactos à biodiversidade nas ações de manejo sustentável.

A decisão atende a uma resolução da Câmara Técnica Florestal da secretaria, que também limita o transporte apenas à madeira de terreno plano principal cadastrada no projeto de Autorização de Exploração Florestal nesses dois meses.

Durante a época de maior chuva do ano, especialmente nos municípios que compõem a Amazônia Legal, o solo fica compacto, o que influencia na capacidade de regeneração da floresta.

Fonte: EBC

SEM COMENTÁRIOS